Elimine estes 5 hábitos tóxicos em família e viva melhor!
Gritar, agir com hostilidade, fazer drama e desvalorizar as capacidades ou
habilidades de alguém de nossa família são hábitos tóxicos que podem existir em nossos lares
 
Há alguns hábitos tóxicos em família que, com o passar do tempo, podem passar a fazer parte das relações entre os membros de um lar. Eles causam muito mal-estar, deixando-nos vulneráveis, tanto a nível físico como a nível psicológico e emocional.
 
Na realidade, nosso lar deveria ser uma fonte de paz e bem-estar para todos os que nele habitam. Devemos buscar acabar com os hábitos tóxicos em nossas famílias, para que podamos viver melhor. A casa deve ser um lugar de refúgio, onde todos possam se apoiar e se ajudar.
 
Elimine estes 5 hábitos tóxicos em sua família: 
 
1. Os gritos
 
Os gritos não devem ser uma norma geral de comunicação no lar. No entanto, devido ao estresse cotidiano ou à impaciência, acabamos por fazer do grito uma ferramenta para obter o que queremos. É preciso entender que os gritos são o gérmen da violência.
 
Para solucionar o problema, o melhor é cultivar a empatia e a assertividade como regra para a comunicação entre os membros da família.
 
2. A hostilidade
 
Em muitos lares, se respira um ambiente hostil, carente de entusiasmo. O lar deveria ser um lugar de tranquilidade, onde nos sentimos livres.
 
Para solucionar este problema, é preciso aprender a remediar as tensões existentes e resolver os conflitos, no lugar de buscar culpáveis ou declarar inocentes.
 
3. O dramatismo
 
No decorrer de nossa vida, vivemos muitos momentos dramáticos. Um exemplo é o duelo pela perda de alguém. Entretanto, o lar não deve se transformar em um drama constante, pois atrai sensações negativas como a desesperança, a desesperação, a frustração e a depressão.
 
Essas emoções não devem ser reprimidas, devem ser vividas porque fazem parte da vida. No entanto, devemos evitar entrar em um círculo vicioso da negatividade. A solução é adotar uma atitude positiva diante da vida.
 
4. O caos
 
Um dos hábitos tóxicos do lar é o caos. A ordem influi muito em nosso estado de ânimo. Portanto, a desordem pode afetar nosso cérebro, gerando-nos estresse, ansiedade e gerar diferentes sensações capazes de minar nossa energia e produtividade.
 
A solução é estabelecer normas de convivência e manter um ambiente limpo e organizado.
 
5. A desvalorização
 
Menosprezar as capacidades ou habilidades de alguém de nossa família é outro dos hábitos tóxicos que pode existir em nossos lares. Isso provoca baixa autoestima, que não permitirá à pessoa enfrentar a vida desde uma mirada mais positiva.
 
Como solução devemos sempre reconhecer os esforços, não minimizar as conquistas e criar uma dinâmica que permita entender que todos os membros da família são diferentes, cada qual com suas próprias habilidades e qualidades. Cada um deve ser valorizado pelo que é.
 


Postado em 24/11/2017


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé