Como educar os filhos no mundo atual - algumas sugestões
Sempre buscamos fórmulas de como educar os filhos. Queremos que sejam felizes e educados. Mas consegui-lo não é fácil. Cada criança é um mundo. Cada qual tem seu ritmo de desenvolvimento. Cada qual já traz em seus genes seu caráter que será lapidado por seus pais e por todos as pessoas que vivem em seu entorno.
 
Como pais podemos ter algumas atitudes que facilitarão educar os filhos no mundo atual.
 
Não decida tudo por eles
Aprender a tomar decisões é o caminho para que a criança tenha auconfiança. Se você decide tudo por ele, não lhe dá a oportunidade de desenvolver seus gostos ou cometer seus próprios erro. Aliás, cometer erros não é sinônimo de fracasso, mas sim de oportunidade para o aprendizado. Ao se equivocar, volta a tentar. Isso lhe permite desenvolver a perseverança, transformando-o em uma pessoa resiliente.
 
Não faça o que eles podem fazer sozinhos
Essa é uma máxima da filosofia Montessori. A criança é um ser capaz de aprender, a seu tempo, a fazer as coisas por si só. Não é necessário que interfiramos a todo momento em seu brincar, por exemplo. É explorando o mundo que ela descobre o sentido das coisas e seu lugar no entorno. Nós, mais bem, nessa dinâmica devemos ser guias e acompanhantes.
 
Seja o seu melhor exemplo
Quantas vezes já dissemos aqui. Nós pais somos o maior exemplo para nossos filhos. Não podemos pretender que as crianças não gritem, se nós pais gritamos com ele. Não podemos pretender que não mintam, se nós lhe falamos mentiras. Prometemos o que não podemos cumprir, por exemplo. A chave da boa educação está em ser a pessoa que gostaríamos que nosso filho se tornasse. Claro, se queremos educar em valores, os exemplos valem mais do que mil palavras.
 
Coloque limites segundo sua idade
Criar com apego não significa não colocar limites. Ao contrário, os limites não são negativos para as crianças. Mais bem eles as ajudam a dar um sentido ao mundo e sentir-se mais seguros. As regras são necessárias para que esteja garantida, por exemplo, a convivência agradável no lar. A Disciplina Positiva pode nos dar pistas de como consegui-lo.
 
Dialogue. Não imponha sempre a sua vontade
É preciso aprender a dialogar com nossos filhos. Entender as necessidades da criança e suas etapas, não significa se tornar pais permissivos. Nem sempre o que a criança quer é viável. Somos nós os adultos quem estabelecemos o melhor para a sua educação. A questão é a forma como o expressamos. O diálogo é sempre a melhor via para solucionar os problemas. Evite impor sempre a sua vontade. O autoritarismo nos distancia de nossos filhos.
 
Pergunte antes de brigar
Muitas vezes o sangue ferve. Educar os filhos não é nada fácil. Há situações em que não sabemos como atuar. O estresse faz com que briguemos com as crianças como se adultos fossem. Claro, somos humanos. Também vivemos as mais variadas emoções. A questão é saber expressá-las corretamente. Antes de brigar, busque perguntar. Sempre convém conter a raiva para poder buscar uma solução ao problema.
 
Em caso de que você se equivoque, sempre convém dar um passo atrás e tentar sanar o dano causado. Não tenha vergonha de pedir perdão a seu filho. Assim, você lhe mostrará seu lado mais humano. Será seu exemplo. Ele compreenderá que você também não é perfeita.
 
Viva com eles e não sobre eles
Infelizmente, nos últimos anos, se desenvolveu um estilo de paternidade que implica estar sobre as crianças continuamente. Os pais organiza sua agenda diária e os superprotege de maneira excessiva. Ainda que se trate de uma criança pequena, precisamos respeitar sua individualidade. Deixar que ele viva sua vida com tranquilidade.
 
Integre seus filhos e haverá harmonia
Se você tem mais de um filho, busque integrá-los. Sabemos que não é difícil. Cada criança tem seu caráter e os ritmos de cada idade são distintos. Evite compará-los continuamente. Valorize sua individualidade e conseguirá uma maior harmonia entre eles.
 
Dedique mais tempo aos filhos e dê-lhes menos coisas
A correria do dia a dia tem nos transformado em pais ausentes. Não temos tempo para nossos filhos. A maior parte do dia as crianças estão na escola e nós no trabalho. Ao chegar a casa, elas ainda devem fazer os deveres de casa, enquanto nós devemos nos dedicar às tarefas do lar. Tudo gira em função das obrigatoriedades do dia a dia. E quase nada sobra para o prazer da companhia um do outro.
 
Faça um esforço diário de estar um tempo com seu filho. Pergunte como foi seu dia. Mostre interesse por suas vivências. Dialogue com ele. Brinquem muito juntos.
 
Demonstre a seus filhos o quanto os ama
De tudo isso, o mais importante é demonstrar a nossos filhos o quanto os amamos. Não deveríamos nunca nos cansar de dizer-lhe o quanto são amados. As carícias, beijos e abraços são alimentos para a alma de nossos pequenos. Se o amor de mãe e de pai é incondicional, a criança deveria senti-lo independente de que comporte bem ou mão, de que tire boas ou más notas na escola.
 
Enfim, uma criança amada será uma criança feliz e se tornará um adulto empático e respeitoso com os demais.
 


Postado em 29/05/2018


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé