Saiba como estimular o desenvolvimento infantil em 8 dicas
 
O afeto é um dos pontos principais para garantir o crescimento saudável dos seus filhos. Entretanto, saiba que apenas carinho não é o bastante — é necessário conhecer outras formas de estimular o desenvolvimento infantil.
 
As crianças precisam ser incentivadas em todos os aspectos (psicológico, cognitivo, social, emocional e físico) para aperfeiçoar suas habilidades e conquistar a independência.
 
Quer saber mais sobre como estimular o desenvolvimento infantil? Então, confira abaixo 8 dicas que listamos para você!
 
1. ESTABELEÇA ROTINAS
A rotina é um dos pontos principais para o desenvolvimento infantil. Quando você estabelece a hora de tomar banho, acordar, dormir, comer e fazer o dever de casa, está ajudando as crianças a dividirem melhor o tempo e aprenderem a se organizar.
 
Se as tarefas ocorrem todos os dias no mesmo horário, a criança se sente mais segura, protegida e menos ansiosa, desenvolvendo a sua autoconfiança.
 
Além disso, a rotina geralmente está relacionada a hábitos saudáveis (como comer bem, nos horários corretos e ter uma boa noite de sono), imprescindíveis para o crescimento sadio.
 
2. PROPONHA BRINCADEIRAS DIVERSIFICADAS
As brincadeiras são uma das formas de estimular o desenvolvimento físico, emocional, social, cultural e cognitivo dos pequenos. Brincando, a criança aprende sobre o mundo ao redor e sobre si mesma, desenvolvendo sua própria identidade.
 
Os pequenos desenvolvem a imaginação, a atenção e diversas habilidades, além de se exercitarem e gastarem muita energia, evitando uma vida sedentária.
 
Também há aquelas brincadeiras que exigem maior concentração, como os jogos de tabuleiro, da memória e quebra-cabeças. Elas exercitam o cérebro e melhoram o raciocínio através das estratégias para atingir o objetivo do jogo.
 
É ainda melhor quando brincam com outras crianças. A socialização contribui para melhorar a comunicação, aprimorar os sentidos, potencializar a criatividade, aprender a viver em sociedade, a cooperar e a dividir.
 
3. INCENTIVE A LEITURA
Os livros estimulam no desenvolvimento das habilidades orais, da leitura e da escrita. Eles ajudam no enriquecimento do vocabulário, despertam a imaginação e a criatividade, além de aprimorarem o raciocínio, a maneira de pensar e agir.
 
Se o seu filho ainda não sabe ler, dedique alguns minutos para ler um livro para ele. Esse hábito é prazeroso e contribui para o aprendizado, estimulando a sua capacidade de raciocínio e interpretação. Além disso, faz uma enorme diferença no processo de alfabetização.
 
4. DISTRIBUA RESPONSABILIDADES
Outra boa dica de como estimular o desenvolvimento infantil é a atribuição de tarefas simples para que assumam algumas responsabilidades. Isso é importante para que as crianças desenvolvam habilidades de organização e aprendam a traçar objetivos — o que ajuda na realização de atividades complexas na vida adulta.
 
A responsabilidade não é adquirida de um dia para o outro, mas sim um processo. Portanto, ensine o seu filho a guardar os brinquedos, organizar o material escolar, separar a roupa, dar comida para o cachorro e regar as plantas. Quando ele for maior, pode ajudar a arrumar a cama, colocar a roupa na máquina e secar a louça.
 
Quando você distribui as tarefas domésticas, as crianças se sentem úteis, o que ajuda no desenvolvimento da autoconfiança, da independência, da autonomia, do senso de responsabilidade e coletividade.
 
5. COMEMORE O SUCESSO
Comemorar algum sucesso do seu filho ajuda no processo de desenvolvimento dele. O reconhecimento é uma boa forma de como estimular o desenvolvimento infantil.
 
Portanto, se o seu filho coloriu um desenho, aprendeu a amarrar o tênis sozinho, terminou um quebra-cabeça, fez todas as tarefas de casa ou tirou uma nota boa na prova, comemore junto!
 
Demonstre o quanto você ficou feliz e como sente orgulho. Isso vai ajudar no desenvolvimento da autoconfiança, além de encorajar que continue tentando coisas novas.
 
6. ESTIMULE A RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS
A solução de problemas é uma habilidade muito importante para o futuro do seu filho. Por isso, não resolva os conflitos em seu lugar, mas incentive que ele os resolva sozinho.
 
Você deve instigá-lo a identificar o problema e a pensar nas diversas saídas antes de tomar uma decisão. Permita que ele faça a própria escolha e enfrente as consequências positivas ou negativas.
 
7. PERGUNTE SOBRE AS ATIVIDADES ESCOLARES
Depois que chegar da aula, pergunte ao seu filho: “como foi o seu dia?”, “o que você fez na escola hoje?”, “do que mais gostou?”, “com quais coleguinhas brincou?”.
 
A atenção dos pais é muito importante e influencia, tanto no desenvolvimento das tarefas escolares como no comportamento. Fazer essas perguntas também contribui para o desenvolvimento do raciocínio e da memória, treinando as habilidades linguísticas e de lógica.
 
Entretanto, não adianta só fazer perguntas. É importante também que você fique de olho no desempenho escolar.
 
Reserve um tempo para ajudar o seu filho nas lições de casa, discuta sobre o que ele está aprendendo, assista apresentações escolares e, sempre que merecer, faça elogios. Tudo isso motiva e ajuda na exploração das habilidades e da confiança.
 
8. FAÇA MATRÍCULA EM ATIVIDADES EXTRACURRICULARES
Crianças que fazem atividades extracurriculares têm maior probabilidade de melhorar o rendimento escolar, aumentar o senso de responsabilidade e a autonomia. Isso acontece porque essas atividades aperfeiçoam a capacidade de memorizar e processar novas informações, além de estimularem o desenvolvimento motor, afetivo e social.
 
Veja abaixo algumas sugestões de como estimular o desenvolvimento infantil através das atividades extracurriculares:
 
Dança: ajuda a melhorar o equilíbrio, a postura e a coordenação motora. Também contribui para dar noção de espaço, ritmo e aumenta a concentração;
Esportes: futebol, natação e treinos funcionais são ótimas opções para potencializar o desenvolvimento motor e corporal. São importantes para estimular o bom comportamento, a disciplina, o trabalho em equipe e o controle emocional. Também podem contribuir para o controle do peso e a prevenção da obesidade infantil;
Música: muitos pedem para os pais para entrarem na aula de violão, teclado ou canto. No entanto, mesmo que o seu filho não tenha demonstrado interesse, incentive. Aprender a tocar um instrumento ajuda a trabalhar a coordenação motora e a concentração;
Língua estrangeira: se hoje em dia quem não domina o inglês tem menos chances de conseguir uma boa vaga no mercado de trabalho, imagine no futuro. Aprender um novo idioma também ajuda as crianças a desenvolverem a memória e a respeitarem culturas diferentes.
 
Fonte: CCBEU - Publicado em 12 de Janeiro de 2018 


Postado em 14/08/2018


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé