13 alunos do Notre Dame são premiados na Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR)
Estudantes dos Ensinos Fundamental I e II receberam medalhas de bronze, prata
e honra ao mérito do evento, que é o maior de robótica da América Latina
 
Eles disputaram conhecimento com mais de 145 mil estudantes de todo o País. E  resolveram questões teóricas para mostrar tudo o que estão aprendendo nas aulas de robótica. No final, 13 estudantes do Colégio Notre Dame foram agraciados com medalhas na Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), o maior evento da América Latina. 
 
Heloísa Sabino recebeu a medalha de honra ao mérito, conferida sempre ao melhor aluno de cada nível da modalidade teórica em cada escola. Já as medalhas de prata ficaram para Letícia Araújo de Freitas, Bruno Souza dos Anjos, Eduardo Peixoto Lemos, Arthur Duvareski, Eduarda de Nóbrega, Lucas Borges e Yasmin Sagaseta. Receberam o bronze Maria Eduarda Andrade Bicho, Heloísa Oliveira Fernandes da Silva, Sophia Almeida, Luísa Lisbôa e Gabriel Queiróz. 
 
“Fiquei muito orgulhoso dos alunos pelo desempenho e dedicação, pois esta Olimpíada é muito importante. A avaliação é feita pelas principais referências educacionais e tecnológicas do Brasil, como a UFScar e a Unicamp. Tenho certeza que estes resultados concretizam a excelente formação dos alunos, adicionada a um corpo docente atualizado e dedicado”, analisa o professor Luis Fernando Bueno Mauá.
 
De acordo com o professor, as aulas de robótica ensinam os alunos a trabalhar em equipe, resolver situações/problema e questões matemáticas na prática. No Notre Dame, eles começam a aprender conceitos de programação a partir do 2º ano do Fundamental I e, com o passar dos anos, desenvolvem uma excelente lógica, além de aprimorar o raciocínio.
 
Resultados Anteriores
Este já é o segundo ano consecutivo que a escola recebe destaque na competição. Em 2017 participaram estudantes do Ensino Fundamental II, que receberam premiação de honra ao mérito e medalha de bronze. 
 
“É uma alegria muito grande ver que nossos resultados nessas competições melhoram a cada ano. Sinal de que os alunos estão cada vez mais interessados e comprometidos com o processo de aprendizagem. E que nós estamos fazendo um bom trabalho”, afirma Lenice Micheletti Gomes, diretora pedagógica do Notre Dame.
 
Sobre a OBR - A Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) tem o objetivo de estimular os jovens às carreiras científico-tecnológicas, identificar talentos e promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro. Destina-se a todos os estudantes de Ensino Fundamental, Médio ou Técnico em todo o território nacional, e é uma iniciativa pública, gratuita e sem fins lucrativos. A OBR possui duas modalidades: Prática e Teórica, que procuram adequar-se tanto ao público que nunca viu robótica quanto ao público de escolas que já têm contato com a robótica educacional.
 
Na modalidade teórica, os estudantes realizam provas nas sedes regionais e na própria escola onde estudam, respondendo a questões de uma prova escrita preparada por uma Comissão de Professores e Pesquisadores da OBR. É realizada em uma única fase para o Ensino Fundamental e em duas fases para o Ensino Médio e Técnico. 
 
 


Postado em 21/12/2018


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé