15 conselhos profissionais e de vida aos jovens
Não espere terminar se formar para ter experiências de trabalho ou de negócios independente da sua idade
 
por João Kepler 
 
Como tenho 3 filhos, eu respondo e reforço aqui os 15 conselhos que dou a eles: Para o Theo de 20 anos, Davi de 18 anos e Maria de 15 anos:
 
1. Não espere terminar o colegial ou se formar para ter experiências de trabalho ou de negócios independente da sua idade. Suas habilidades e competências vão importar muito mais que seu Diploma nessa nova economia. O essencial e urgente é: experimentar, praticar, tentar e errar mais cedo possível, antes do outros jovens competidores. Não tenha medo de começar e errar, porque quem tem receio e medo, não vence.
 
2. Participe de eventos, faça conexões e conheça pessoas fora do “seu mundinho”. Crie uma imagem profissional, um perfil social interessante, passe credibilidade e respeito desde cedo. Aproveite, novas oportunidades vão aparecer.
 
3. Assista muito conteúdo extracurricular, seja vídeos, TEDx, Day1, palestras, cursos, enfim, conhecimento complementar com temas e conteúdos também que você não está acostumado a assistir, isso vai te mostrar um mundo diferente, te inspirar e abrir os horizontes. O mercado quer saber de pessoas criativas, informadas e ativas. Não pare no tempo por achar que já aprendeu tudo na faculdade. Não aprendemos tudo nunca, continue aprendendo, estamos sempre em constante mudança e evolução. Mas atenção, ter informação é diferente de ter conhecimento.
 
4. Não siga a manada, nem sempre o que seus amigos ou o que todos estão querendo fazer é o caminho certo, mas se tiver que ir, olhe pra onde todos estão olhando, mas tente enxergar o que ninguém está conseguindo ver. E por falar em “amigos”, nunca revele ou fale o que pode ser usado contra você algum dia. Não confie facilmente em todo mundo e evite com todas as suas forças, as fofocas. Nunca fale de ninguém para os outros, mesmo que tenha muita raiva.
 
5. Deixe os outros errarem, não pareça o chato e o do contra, mas siga firme na sua posição e valores pessoais, o importante é não dá motivos pra inverterem a sua razão. Tem gente que te cutuca ao máximo da sua paciência, justamente para que você “atire a pedra” e perca a razão. Deixe que eles errem. Mude a perspectiva do “Eu sei que estou certo!” para “Como eu sei que estou certo?”. Isso vai despertar a humildade necessária para se proteger e balancear a sua audácia com o equilíbrio.
 
6. Não se preocupe tanto com a palavra sucesso. A vida é uma jornada de altos e baixos e o sucesso é um estado de espírito que depende muito do seu propósito, de perspectivas e do seu parâmetro. Não são as suas condições que vão determinar seu futuro e sim as suas decisões hoje e não importa onde você está agora e sim para onde você vai.
 
7. Não perca seu tempo tentando se justificar, argumentar, responder a um ataque, alguma injustiça ou alguma coisa ruim. Siga em frente, não guarde rancor, vá lá e faça o que tem que ser feito, nada é mais forte que a palavra: Resultados. Aliás, o seu resultado é a única coisa que pode fazer as pessoas mudarem de opinião. Foque nisso!.
 
8. Trabalhe muito enquanto os outros estão se divertindo. Transforme a inveja (se tiver) em uma meta positiva. A sua hora vai chegar; Por isso, economize, tenha controle, não gaste tudo que ganha e aprenda a investir. Use apenas o básico, viva de forma equilibrada e não compre nada só pelo impulso ou para “aparecer” ser o que não é. O homem só tem valor na área intelectual pelo o que ele sabe e, na área financeira, pelo o que tem no caixa e não pelo o que ele aparenta ter. O importante não é quanto você ganha, mas como gasta seus recursos.
 
9. Mesmo que esteja apaixonado, não case cedo, não se apresse em ter sua própria família, construa uma certa independência primeiro. Depender de terceiros, dos Pais ou do sogro, não vai te preparar para a vida, aliás esse tipo de dependência nunca foi garantia de nada, não existe “superproteção” e “redoma de vidro” eterna. Da mesma forma, não existe a tal estabilidade, nem mesmo em empregos públicos. Agora, enquanto você é jovem é a hora de voar e assumir riscos. Mais tarde casado, você terá muito mais obrigações, compromissos e responsabilidades.
 
10. Procure fazer algo que você goste, mais que o teste vocacional padrão, é preciso testar e se sentir bem executando aquela tarefa. Saber o que não quer também economiza tempo, elimina dissabores e arrependimentos. Por exemplo, se quer ser Dentista, antes de fazer vestibular para odontologia, fique alguns dias inteiros dentro de um consultório, observando em todos os aspectos o trabalho árduo do profissional da área (para executar a tarefa e também para sobreviver).
 
11. Não se desespere com as escolhas erradas e com os erros. Aceite como aprendizado, pois cada um é muito importante. Na caminhada profissional estamos sujeitos ou obrigados a fazer escolhas equivocadas, como por exemplo, aceitar um emprego só por necessidade, pelos benefícios ou porque seus pais pediram pra aceitar, mas passar a vida toda infeliz por isso, será uma decisão inteiramente sua. Como eu sempre digo, erre rápido e corrija mais rápido ainda. Você pode sim cometer erros, mas nunca os mesmos erros novamente. Claro que você também pode aprender com os erros dos outros. Fique atento!.
 
12. Aprenda a se relacionar bem com os outros, você deve procurar ver o mundo também através dos olhos do seu interlocutor pera entender como pensam. Seja empático, desenvolva a habilidade de se colocar genuinamente no lugar do outro. Se olhar por essa perspectiva você vai criticar, julgar ou condenar menos. Seja um bom ouvinte e incentive as pessoas a falarem sobre elas mesmas, faça com sinceridade a outra pessoa de sentir importante. Mas não seja bobo, você tem que ter controle sobre essa habilidade e saber que tudo tem um limite.
 
13. Procure por mentores, alguém que te faça perguntas e não somente te mostre o caminho mais fácil. Quando você faz a pergunta certa, a resposta pode ser transformadora. Mentor é alguém que já passou pelo que você está passando, tem track record. Um bom mentor vai te desafiar, dá exemplos, aconselhar, dá suporte e te auxiliar no networking. Enfim, pode discutir formas de fazer melhor as coisas certas.
 
14. Todos nós temos um pouco de vilão, vítima e herói a cada momento. Não se assuste, essa é uma verdade. Quando estamos feridos, somos a VÍTIMA; Quando temos a responsabilidade de todos os problemas, somos o HERÓI; Quando queremos ter controle e agressivos, somos o VILÃO. A ideia é estar consciente desses papéis em cada momento, para que as suas decisões sejam equilibradas e tomadas baseadas na essência do problema e não somente sob a ótica e momento em que está vivendo em um desses papéis.
 
15. Nunca terceirize responsabilidade, se teve prejuízo ou revés por qualquer motivo, a culpa será sempre sua. Claro que fracassar não é brincadeira, ter vontade de “esmurrar” alguém não é divertido, em alguns casos é desastroso, mas por isso, viver uma vida de forma muito cautelosa para não falhar ou com medo de apanhar e perder, vai te transformar em uma pessoa mediana e até medíocre. Aprenda a diferença entre Insistir e Persistir, pratique a resiliência, entenda o que é ser antifrágil e não tenha medo de recomeçar!.
 
Queria muito que alguém tivesse me dito isso tudo isso quando eu era jovem e estava começando, teria errado muito menos. Quando tiverem a minha idade, vão passar a refletir sobre as próprias histórias de vida, na certa também vão reparar que o mais importante, foram as escolhas que fizemos. Afinal de contas, nós somos o que escolhemos ser. Tenha uma ótima jornada e construa uma grande história da sua vida.
 
Pense nisso!
 
 


Postado em 13/05/2019


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé
Facebook Youtube Instagram