Eduque seus filhos pensando em desenvolver neles comportamentos empreendedores
A psicopedagoga Isa Minatel aponta os comportamentos que devem ser colocados em prática
por pais e educadores para incentivar as crianças a serem prósperos em suas vidas
 
Por Isa Minatel 
 
Vamos conversar um pouquinho sobre comportamentos? Um pesquisador chamado David McClelland ficou intrigado com a seguinte questão: “Por que algumas pessoas têm sucesso quando abrem um empreendimento e outras não?”
1ª hipótese: Porque algumas têm dinheiro e outras não.
Foi então que ele encontrou muitas pessoas que empreendiam sem dinheiro ou com muito pouco recurso e ainda assim conseguiam ter sucesso, o que derrubou a 1ª hipótese.
2ª hipótese: Porque algumas têm conhecimento e outras não.
Mas aí ele também encontrou muitas pessoas que empreendiam sem instrução ou conhecimento e que também conseguiam ter sucesso.
 
Você conhece alguém assim? Sem dinheiro e sem estudo e que teve sucesso?
O pesquisador percebeu ainda que algumas pessoas às quais eram dados acesso a créditos e instruções técnicas, muitas vezes, fracassavam em suas empreitadas…
 
O que seria então responsável por determinar o sucesso das pessoas em seus empreendimentos? 
A resposta é justamente o comportamento. É o comportamento empreendedor que dos indivíduos que fez a diferença entre o sucesso e o fracasso de cada um. E não pense que empreendimento se refira apenas a abertura de um negócio próprio. O termo vai muito além disso: pode ser na carreira, educação dos filhos ou alunos, gestão de seus relacionamentos ou qualquer desafio em sua vida.
Acontece que a educação tradicional às vezes nos orienta a gastar muito mais tempo ensinando coisas pouco relevantes à formação do indivíduo para que seja bem-sucedido em sua caminhada de vida.
 
A minha proposta é que eduquemos nossos filhos/alunos pensando em desenvolver neles 10 comportamentos empreendedores, que são: 
 
1- Estabeleça metas - Quantos de nossos filhos/alunos não têm ideia do que querem para suas vidas no futuro? Ao trabalhar a definição de metas com eles desde cedo, esse quadro pode ser revertido. 
2- Planeje e monitore - Esses dois pontos são importantes por dois motivos:  a Geração Z. 
(nascidos a partir dos anos 2001) quer tudo para ontem; e falta essa cultura de planejar-se antes de sair colocando as ideias em prática. Planejando antes de agir, seja qual for a situação, é possível prever o que pode dar errado no meio do caminho, e se antecipar a isso. 
3 - Busque informações - Isso vai muito além de dar um Google na internet. Mostre aos seus filhos que a qualidade das informações conseguidas no local das buscas, como numa visita a um museu ou exposição, por exemplo, pode ajudar a abrir a mente para a tomada de decisões. 
4 - Buque as oportunidades e tenha iniciativa - Não é só aproveitar a oportunidade que vier, é ir buscá-la, criar, fazer acontecer!
5 -  Corra riscos calculados - Aprenda a prever o que pode dar errado para conseguir agir a tempo de evitar maiores danos. 
6 - Exija qualidade - Ensine seus filhos, com seu exemplo, a fazer as coisas bem feitas, o que pode ser traduzido em: menor custo possível (se envolver dinheiro) e no menor tempo possível.
7 - Seja persistente - E ensine isso aos seus filhos. Vivemos numa era imediatista, em que somos tentados a desistir logo de cara. Ensine seus filhos que apenas com persistência é possível ir longe. 
8 - Seja comprometido - Comprometer-se consigo mesmo, com suas metas, com seu futuro, com sua carreira - e repassar aos seus filhos que isso é importante é fundamental. Também vale perguntar-se o que está sendo feito para resolver a falta de comprometimento da família como um todo. 
9 - Seja persuasivo e tenha uma rede de contatos - Pergunte-se sempre: "Como tirar o melhor proveito ético e respeitoso das relações e da comunicação para o alcance daquilo que desejo?".
10 - Desenvolva a independência e autoconfiança - Crie situações para que seus filhos  perceberem que, embasados nestes comportamentos, podem se sentir independentes e autoconfiantes para serem o que desejarem!
 
Inserindo estes ingredientes na receita de educação dos nossos filhos ou alunos, certamente teremos a chance de lançar ao mundo seres humanos mais capacitados a fazerem sua vida acontecer e não somente a deixar a vida leva-los, evitando, assim, chegar a um lugar onde não queriam. Ou pior: não chegar a lugar algum!
No meu livro "Crianças Sem Limites" falo bastante sobre como educar com base no desenvolvimento dos comportamentos empreendedores desde a Primeira Infância. Fica a dica!
Estamos juntos nesta caminhada?
 
Isa Minatel é pedagoga, psicopedagoga, especialista em pedagogia Montessori e Youtuber. Teve a vida e a carreira transformada pelo filho Petrus, 7 anos, e, então, tornou-se autora dos livros Crianças sem limites e Temperamentos sem limites.
 


Postado em 18/06/2019


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé
Facebook Youtube Instagram