Notre Dame apresenta inova莽玫es dos alunos no encerramento da Parada Tecnol贸gica de S茫o Vicente

Confira a participação dos alunos no evento e conheça os produtos criados por eles

Estimular a imaginação e o empreendedorismo, fazer com que os jovens pensem “fora da caixa” e desenvolver habilidades manuais e tecnológicas. Esses são apenas alguns dos benefícios das aulas de tecnologia do Notre Dame, um dos colégios mais tradicionais da Baixada Santista. A escola, que inclui a educação tecnológica tanto na grade curricular quanto extracurricular, participou em 2019 da Parada Tecnológica de São Vicente e apresentou para o público, no último final de semana, todas as inovações projetadas e executadas pelos alunos.

“A tecnologia faz parte da vida de todos nós e fará ainda mais do futuro desses jovens. O mercado de trabalho é cada vez mais feroz e o que nós buscamos é dar mais ferramentas para o desenvolvimento pedagógico e criativo dos futuros adultos. Eles foram desafiados a criar empresas e produtos que atendessem necessidades de mercado e que tivessem diferenciais sustentáveis e tecnológicos. E o resultado foi além do que imaginávamos”, comenta Camila Micheletti, Diretora de Comunicação do Notre Dame.

Todo o desenvolvimento foi exclusivo dos jovens e a animação surpreendeu os pais. “É algo inovador, que desperta nas crianças a vontade de criar, de adquirir mais conhecimento. Pudemos ver a empolgação, o olho deles brilhando durante todo o processo de criação, a vontade de fazer dar certo”, comenta Maria Helena Moraes.

Silvia Lisboa, que no ano passado já se surpreendeu ao ver a filha se tornar medalhista da Olimpíada Brasileira de Robótica, ressaltou que acompanhou todo o projeto desenvolvido pelas crianças e que ver o esforço delas reconhecido não tem preço: “Elas escolheram um tema que tinha a ver com a realidade delas, com produtos de papelaria que elas adoram, e conseguiram, em cima disso, desenvolver algo inovador. É muito bom ver que, no fim, tudo saiu exatamente como elas imaginavam”.

As invenções, que são variadas e com diferentes funções - como um tênis contador de passos, um irrigador automático, pantufas com luzes de LED e óculos de leitura com luz individual – fizeram parte da exposição de encerramento da Parada Tecnológica de São Vicente, que ainda contou com uma palestra do professor Mauá sobre a importância do ensino tecnológico dentro das escolas.

“A Parada Tecnológica, que está na terceira edição, tem como objetivo abranger todas as escolas da região e, assim, estimular nos jovens uma visão de negócios. Muitos deles me perguntaram como fazer para colocar os produtos no mercado. Então, hoje posso dizer que conquistamos o que desejávamos quando planejamos o evento, que era fazer as crianças e adolescentes pensarem no futuro e buscarem o sucesso”, comemora Maria Clara Florindo, Diretora Operacional da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Relações do Trabalho (Sedect) de São Vicente.

Confira os inventos apresentados no último sábado (24):

Tênis Contador de Passos – Letícia, Louise, Giovana

O projeto é um tênis contador de passos para auxiliar pessoas com diabetes e hipertensão. Buscando uma forma de prevenir o avanço dessas doenças, que atingem cerca de 35% da população brasileira, os alunos desenvolveram um calçado com um micro controlador na sola, que pode ser programado de acordo com o peso e a altura de quem o usa, além de conter informações sobre a necessidade de passos diários que aquela pessoa necessita. O dispositivo conta com luzes de LED que ficam vermelhas ao início do exercício e mudam para verde quando o objetivo diário é atingido. Com isso, a pessoa tem a certeza de que fez a quantidade exata de atividades, nem mais, nem menos do que o orientado pelo médico.

Irrigador Automático Sustentável para plantas– Mariela, Mirela, Milena, Ana Beatriz

Tomando como base as tecnologias empregadas em grandes plantações, as alunas desenvolveram um projeto mais barato e portátil de irrigação, que pode ser utilizado em residências. Um micro controlador é conectado por fios em um sensor de umidade, que detecta a condição do solo e se há necessidade de irrigação. Caso o solo esteja seco, um comando é transmitido para a bomba de água que está instalada em um garrafão próximo e a água é enviada por uma mangueira, direto para o vaso. Assim que a umidade do solo atinge o padrão ideal, a irrigação é interrompida.

Além de permitir que as pessoas saiam de casa para trabalhar ou viajar sem se preocupar se as plantas irão morrer, o equipamento tem potencial sustentável, sendo feito de material reciclado e promovendo economia de água.

Painel Solar – Vitor, Matheus, Miguel, Raphael

Para diminuir o custo de compra e instalação de painéis solares, foi desenvolvido um mini painel solar feito a partir de matérias primas mais baratas. O dispositivo foi fabricado com uma placa de PVC, lâmpadas de LED, um capacitor, fios de pólos opostos, uma bateria descarregada e fita adesiva.  

Os LED se tornam receptores de energia solar, que é aumentada (de 5 para 50 volts) pelo capacitor e enviada para a bateria descarregada. Em dias de sol, o carregamento completo da bateria é feito em uma hora. O capacitor pode também ser conectado diretamente ao dispositivo eletrônico, sem precisar passar pela bateria, caso esteja em exposição constante ao sol.

Discotex – Glória, Yasmin, Sophia

Empolgadas com a possibilidade de criar novos produtos, as alunas desenvolveram três projetos: o Discotex, o Iluminex e o Anti-furto. O Discotex é uma luminária decorativa, desenvolvida com lâmpadas de LED e materiais reciclados. Já o Iluminex é um abajur de leitura fabricado com uma bateria de 9 volts e lâmpadas automotivas. Por fim, o Anti-furto é um kit de faixa de cabelo e tiara que contam com bolsos ocultos para guardar dinheiro, protegendo assim as mulheres de possíveis assaltos.

Cama portátil para cães e gatos – Murilo, Lucas, Kalel

Desenvolvidos para animais de porte pequeno e médio, a cama foi projetada para auxiliar os donos de pets em viagens. Feita com tecido de moletom - e com logotipo e design criados pelos alunos - a cama contém compartimentos para armazenar uma garrafa de água e um pote de ração, alça para carregamento e espaço para que os potes de alimentação sejam guardados.

Porta Sacolas – Carlos Eduardo

Para não poluir o planeta com as sacolas de plástico convencionais, o aluno desenvolveu uma bolsa pequena e fina, quase do tamanho de uma nécessaire, que pode estar sempre à mão para quando o consumidor for ao mercado. Ao abrir a “nécessaire”, ela se transforma em uma sacola de tecido ecológico, com espaço para as compras e o dinheiro.

Kit Noturno – Yasmin, Laura, Luisa

O kit noturno, além de útil é cheio de personalidade. Composto por: uma pasta organizadora com calendário, caderno, canetas, post-it, brinquedos, clipes, porta-celular e muitos outros atrativos; e uma luminária feita com uma garrafa plástica de água e luzes coloridas de LED.

Tinta Sustentável  - Catarina e James

Com a proposta de diminuir os danos causados pelos produtos químicos presentes nas tintas convencionais, principalmente quando utilizadas para pintar quartos de bebês e crianças, os alunos desenvolveram uma tinta feita à base de terra, cola e água. A pigmentação pode se dar tanto pela própria coloração da terra utilizada quanto por adição de produtos naturais como urucum e beterraba. O produto tem um custo/benefício de até 70% e capacidade de controle de mofo e umidade. A tinta tem durabilidade de 7 a 10 anos.

Caixa de Realidade Virtual – Rafaela

Feita com uma caixa de papelão, lupas e um suporte para celular, a caixa consegue replicar a experiência normalmente sentida com os óculos de realidade virtual, por um custo bem menor. O equipamento é leve, pode ser facilmente movimentado e permite experiências únicas.

Sustenjur – Gian Luca

Desenvolvido com o objetivo de reciclar as latas de leite ou biscoito, que normalmente são descartadas, o aluno desenvolveu um abajur com design moderno e que pode compor com utilidade e beleza a decoração da casa. Toda a fiação, desde o soquete à extensão, foi feita pelo aluno.

Piso Gerador de Energia – Eduardo e Thiago

Utilizando energia mecânica, o piso é desenvolvido com moedas piezoelétricas em toda a extensão. Essas moedas são ativadas pela energia mecânica liberada em cada passo, no momento do impacto do pé com o chão. Na prática, funcionaria da seguinte forma: sempre que alguém caminhar em um cômodo, as luzes acendem automaticamente.  

Além disso, em ambientes onde o fluxo de pessoas é constante, como shoppings e colégios, a energia poderia ser armazenada em baterias e utilizada para outros fins. Ou seja, a economia no final do mês seria ainda maior.

Cinema Portátil – Beatriz, Lua, Ana Paula e Gabriela

Feito com uma caixa de sapato e uma lente de aumento, com suporte para o fone de ouvido, o cinema portátil pode ser utilizado para assistir a séries, filmes e vídeos com privacidade e qualidade, sem atrapalhar os demais moradores da casa.

Salto com Compartimento anti-furto – Valentina, Camila e Isis

O calçado feminino é dividido em 3 partes: sola, meia pata e salto. Na meia pata um compartimento discreto pode guardar dinheiro e cartões de banco, evitando assim que eles sejam roubados, furtados ou perdidos. Além disso, outro compartimento pode também ser colocado no salto para que seja encaixado um spray de pimenta para proteção.

Pantufa de LED – Julia, Alicia, Heloisa

A pantufa tem como finalidade auxiliar as pessoas que acordam durante a madrugada para beber água ou ir ao banheiro e não gostam de acender a luz, seja por machucar os olhos ou para não acordar alguém que esteja dormindo no mesmo local. O funcionamento é à pilha e a iluminação é por LED.

Magnum Laser Plus – Pedro, Gustavo e Vitor

Os óculos, ainda em fase de protótipo, são feitos com fitas amarelas, lentes de óculos 3D, LED, armação, fiação e um aparelho celular. O objetivo é criar uma aplicação que analise o olho de quem utilize e detecte qual tipo de correção é necessária na lente para que a visão seja perfeita.

Tecminds – Gustavo, João e Miguel

O produto tem como objetivo ser um brinquedo divertido, de baixo custo e desenvolvido com materiais reciclados. Ele é um lançador que pode ser utilizado com lápis (sem ponta) ou dardos de ventosa.

World Selector – Tony, Felipe e Luara

Feito com madeira, o World Selector é um divisor de moedas que pode também ser utilizado como peça de decoração. Com uma rampa contendo recordes com o tamanho de todas as moedas de real, ele detecta sozinho qual o valor de cada moeda e as divide automaticamente em gavetas.

Lixeira Ecológica – Maria Eduarda, Giovana e Fernanda

Feita com material reciclado, a lixeira é composta por quatro compartimentos, para metal, plástico, vidro e papel. O objetivo é acomodar em uma única lixeira todos os descartes recicláveis e, assim, ocupar menos espaço nas casas. O plano era criar um produto que seguisse à risca o conceito dos 4Rs: Reciclar, Repensar, Reduzir e Reutilizar.

Mochilex – Vitoria, Isabela e Heitor

Pensando em como resolver um problema bem conhecido dos jovens, o peso das mochilas, foi criado o Mochilex. Com compartimentos removíveis, a mochila pode ser organizada de formas distintas e comportar todos os materiais que serão necessários no dia, fazendo com que os alunos carreguem somente o necessário.

Marker Eraser – Heloisa, Giovana e Gustavo

Mais uma inovação pensada para o meio escolar e acadêmico, o Marker Eraser é um apagador de canetas marca texto. O produto pode auxiliar tanto aqueles que costumam ler muito e fazer anotações em livros e cadernos, quanto pais que foram surpreendidos por “obras de arte” dos filhos pequenos na parede. A fórmula do produto é secreta, mas feita com produtos naturais e não tóxicos, sendo limão a base do componente.

Casacoo – Fernando, Guilherme, Calebe

Uma jaqueta com bolsos anti-furto, suporte para fone de ouvido e uma proteção para o rosto que impede o vento frio de castigar a pele nos dias mais frios. Essa foi a inovação pensada pelos alunos, que ainda planejaram uma forma prática de retirar o fone e a fiação para que a peça seja lavada junto com as demais na máquina de lavar.

Mochila Carregável – Valentine e Isabela

Pensando em como desenvolver um produto tecnológico, que atendesse os mais variados tipos de público e que fosse útil no cotidiano das pessoas, os alunos adaptaram uma mochila convencional com um bolso impermeável e um ilhós. No bolso, um carregador portátil é ligado ao telefone ou dispositivo móvel de preferência. O ilhós permite que o fio, tanto do carregador quanto um fone de ouvido (caso o usuário deseje guardar também o celular dentro da mochila), possa passar para o lado de fora da mochila sem que o zíper precise ser aberto.

Capa para banco de carro (pets) – Arthur, Bruno, Sophia

Carregar os pets, principalmente os de grande porte, dentro do carro é um problema para muitos tutores. Principalmente porque as capas de banco, que evitam que o banco fique cheio de pelo, normalmente não cobrem todo o estofado e não possuem aberturas para passagem do cinto de segurança (obrigatório por lei para transporte de animais). Por isso, os alunos desenvolveram uma capa, facilmente lavável, que se adequa perfeitamente ao banco traseiro do carro, possui uma abertura para o cinto e alças para fixação no encosto de cabeça.

Óculos para leitura noturna – Samuel, Luis Eduardo, Airton

Para ajudar aqueles que gostam de ler antes de dormir mas não querem incomodar o parceiro ou colega de quarto, os alunos desenvolveram um óculos de leitura com luz de LED individual. O dispositivo é leve, carregado por bateria e ilumina somente na altura dos olhos, ou seja, somente a página do livro e não o restante do quarto.

Fonte: Reportagem realizada pela Assessoria de Imprensa do Colégio Notre Dame, Conteúdo Empresarial – Comunicação Integrada


Postado em 28/08/2019

FOTOS


Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019
Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019
Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019
Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019
Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019
Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019
Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019
Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019
Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019
Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019 Parada Tecnol贸gica 2019

Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé
Facebook Youtube Instagram