10 dicas para aproveitar os estudos em Matemática

 

Quem nunca se assustou diante de uma equação algébrica, que atire o primeiro giz. Para tornar os estudos de Matemática mais agradáveis e produtivos separamos algumas dicas que podem ajudar os alunos.
 
GABRIELA PORTILHO (novaescola@atleitor.com.br)
 
1. Abuse dos conhecimentos prévios - Aposte em cálculos que você já sabe de memória, ou em estratégias que já domine melhor para resolver problemas difíceis. Por exemplo, se você precisa resolver uma situação onde tem de calcular o produto de 12 X 8 , pode recorrer à soma sucessiva (8 + 8 + 8 + ...), ou então desmembrar o 12 como 10 + 2 e fazer 8 X 2 + 8 X 10) entre tantas outras possibilidades. O importante é encontrar algum caminho para a resolução, mesmo que não seja o mesmo ensinado em sala de aula.
 
2. Dê um passo de cada vez - Na hora de resolver os exercícios, comece pelas questões mais fáceis. Desse modo, você se sentirá mais seguro para seguir adiante, além de aquecer o raciocínio com conceitos que você já sabe. Mais tarde, depois de ter resolvido as primeiras questões, retorne ao que você ainda não sabia e persista na resolução.
 
3. Sociabilize o conhecimento - Entender as estratégias de outros alunos e compartilhar as suas é fundamental para a resolução de questões. Para aqueles que preferem estudar sozinhos, uma boa dica são os fóruns na internet onde diversos alunos discutem seus métodos de trabalho nos exercícios. "Matemática se aprende de verdade não apenas exercitando, mas também fazendo discussões sobre seu funcionamento, argumentando sobre como se chegou lá", diz a professora Ivonildes Milan. Do compartilhamento de dificuldades comuns, soluções alternativas podem surgir.
 
4. Vários caminhos levam ao mesmo lugar - Depois de resolver o problema, tente resolvê-lo outra vez, só que por diferentes caminhos. Isso exercita o cérebro e ajuda a encontrar novas estratégias.
 
5. Não se preocupe com decoreba - É claro que algumas regras têm que ser decoradas, mas o fundamental é entender o que está sendo feito durante a resolução do exercício. Entender o processo é essencial para saber como agir diante de propostas e exercícios um pouco diferentes. 
 
6. Entenda a história dos problemas - Na hora da resolução de um problema matemático leia e releia muitas vezes o enunciado para entender o que está por trás da questão. Grife as informações numéricas - numéricas ou não -que possam ajudá-lo a resolver a situação problema e já anote quais os principais conceitos matemáticos estão inseridos na questão: perímetro, volume, funções, etc.
 
7. Repetir demais os exercícios não é o melhor caminho - Fazer vinte equações do mesmo tipo nem sempre dá resultados. "A repetição é um passo importante no aprendizado da técnica, mas não ajuda muito quando estamos diante de situações novas. Entender a lógica por trás das fórmulas e regras é uma ferramenta de raciocínio muito mais eficaz." , explica Ivonildes.
 
8. Arrisque-se - Na hora de resolver um exercício, parta do pressuposto de que você sempre sabe alguma coisa. Busque na memória qualquer conhecimento que tenha sobre aquele tema e tente elaborar um pouco mais, agregando ideias e técnicas já conhecidas. Mas não tenha medo de tentar. Vencer o medo faz parte dos desafios da matemática, e também da vida.
 
9. Aprenda com os erros - Ao final de provas e avaliações anote os conteúdos que você não conhecia ou não sabia resolver e leve as dúvidas para o professor. A revisão é muito importante para que todo o processo de construção do conhecimento fique claro e você não prossiga com dúvidas.
 
10. Participe de olimpíadas e simulados - Atividades fora de classe são estimulantes para que você possa analisar realmente o que sabe sobre os conteúdos. Além disso, eles ficar diante das suas dificuldades, fazer o possível para acertar e obter o melhor desempenho possível, é estimulante para a aquisição de novos conhecimentos.
 
Fonte: Nova Escola
 


Postado em 08/08/2012


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé