9 dicas para fotografar o seu filho

Alguns detalhes fazem toda a diferença na hora de fazer fotos lindas das crianças

Redação Crescer

Fotografar não é difícil. Não existem regras, mas algumas dicas podem ajudar você a acertar o melhor ângulo e aproveitar os recursos que as câmeras digitais oferecem. Aproveite!

1. FOTOGRAFE NA MESMA ALTURA DA CRIANÇA, AGACHE, DEITE NO CHÃO...

O que não pode é ter (todas) as fotos com a criança lá embaixo, miúdas, distorcidas em um ângulo estranho, que faz a criança ficar “cabeçuda”! Você pode, sim, brincar com as distorções, mas deve saber o que está fazendo.

2. NÃO CENTRALIZE A CRIANÇA NO QUADRO

Pelo menos, não faça isso em todas as fotos. Isso é muito comum. Você coloca o rosto do seu filho no centro do retângulo, deixa um “teto” enorme e... dispara a câmera. Tá certo que, às vezes, não dá tempo de pensar sobre isso, mas não custa tentar.

3. DESLIGUE O FLASH E APROVEITE O RECURSO DE MODIFICAR O ISO

Assim você consegue tirar fotos com luz natural, muito mais bonitas. O ISO determina a quantidade de luz necessária para cada efeito. Lembre-se que, quanto menor o ISO, mais luz precisa ter no ambiente e vice-versa. Por exemplo, o ISO 100 é para dias bem ensolarados, já o ISO 400, para ambientes com menos luz.

4. ATENÇÃO À LUZ!

Não coloque a criança com o sol no fundo porque ela vai ficar escura. Se o sol estiver forte e você fotografá-la virada para ele, você vai conseguir um rosto enrugado e olhos fechados. A saída é improvisar uma sombra ou aproveitar o sol para fazer uma foto de perfil. Se não quiser perder a imagem diante do sol, aqui, sim, apele para o flash.

5. EVITE O “OLHO VERMELHO”

As câmeras digitais contam com uma ferramenta que disfarça os olhos vermelhos. Procure no manual como ativá-la. É bem simples!               

6. ACERTE NO FOCO

Você pode focar o primeiro plano e desfocar o segundo ou ainda focar a imagem inteira. Quando você escolhe algo para mostrar e desfoca o restante, cria um efeito muito legal. Chama a atenção para o seu objetivo. Para saber como desfocar um plano, veja com atenção o manual da sua máquina.

7. SEGURE A CÂMERA COM FIRMEZA

Ou apoie a máquina em algum lugar como mesa, estante ou até no chão (se quiser tirar uma foto de baixo para cima) para a imagem não ficar tremida. Essa dica vale especialmente para as fotos sem flash, quando as câmeras automáticas usam o recurso de baixar a velocidade. Dessa forma, a câmera permite a entrada de mais luz e qualquer mínimo movimento é captado na imagem. É com a velocidade baixa que você pode fazer fotos com os “rastros” do movimento, mas tenha cuidado para não tremer. Aperte o botão com suavidade.

8. ATENÇÃO À COMPOSIÇÃO

Objetos em exagero, como brinquedos e excesso de decoração, podem “distrair” a foto, ou seja, tirar a atenção principal de seu filho.

9. COMPOR UMA FOTO É DISTRIBUIR OS ELEMENTOS PELO QUADRO

Pense na fotografia como uma tela em branco a ser preenchida. Decida o que você quer mostrar e componha os elementos pelo quadro. Não foque sua atenção apenas para o centro da foto. Olhe para todos os lados. Às vezes, é interessante colocar seu filho no canto para poder mostrar que o lugar é cheio de árvores.

Fonte: Revista Crescer


Postado em 11/09/2012


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé