Estudar nas férias mantém aluno no ritmo para provas; ideal é revisar
por Lucas Rodrigues
Do UOL, em São Paulo 
 
Com as férias, é hora dos vestibulandos tomarem uma difícil decisão: vale mais continuar estudando ou aproveitar o tempo livre para relaxar? Segundo especialistas ouvidos pelo UOL, o momento é bom para fazer revisões de conteúdos não assimilados, mantendo assim o ritmo para a maratona de vestibulares do segundo semestre.
 
"É importante que o estudante faça um planejamento da sua rotina, mesclando atividades de diversão com a revisão das disciplinas. Ter horários definidos para acordar, fazer as refeições e estudar é muito importante neste período e ajuda na organização do tempo", afirma Célio Tasinafo, diretor pedagógico da Oficina do Estudante.
 
O descanso nessa época do ano é fundamental para que os alunos cheguem bem nos dias das provas. "Os alunos não podem entrar cansados no próximo semestre. Isso vai acabar pesando na hora em que eles mais precisam estar bem", analisa Tasinafo. "Não é um período para abandonar tudo e fingir que não tem vestibular, mas é essencial tempo de descanso para ficar mais perto dos amigos e familiares".
 
Tempo
 
Os especialistas acreditam que a divisão do tempo livre das férias deve ficar a critério da rotina dos estudantes, mas dão algumas dicas.
 
Paulo Lima, coordenador do CPV Vestibulares, acredita que o aluno deve fazer uma autoavaliação para isso. "Se ele está com a matéria em ordem e, realmente, se dedicou no primeiro semestre, ele pode estudar um terço das férias e descansar dois terços. Agora, se a dedicação não foi intensa, essa proporção deve ser invertida".
 
Para Andrea Godinho de Carvalho Lauro, orientadora profissional de um colégio de São Paulo, essa divisão não está tão clara. "Algumas pessoas ficam 15 dias sem abrir as apostilas, só descansando, e no restante fazem uma avaliação do primeiro semestre, o que deu certo ou não e quais conteúdos valem a pena ser revistos. Essa pode ser uma possibilidade, mas depende muito de cada estudante", diz.
 
Ritmo de estudo
 
Outra dica importante é sobre as horas de estudo. "O vestibulando deve manter o ritmo que já vinha desempenhando durante o primeiro semestre. A quantidade de horas depende da carreira do candidato. Quanto mais concorrida a carreira, mais horas ele precisa estudar. Em geral, aconselha-se de seis a oito horas por dia", ressalta Lima.
 
Contudo, tanto Andrea como Tasinafo desaconselham que os estudantes continuem na rotina de oito horas por dia de estudo nas férias. "O estresse físico e emocional que uma pessoa se submete sem descanso pode ser sentido nas provas. É importante que as baterias sejam recarregadas", analisa a orientadora do Vértice.
 
"Os alunos podem usar o mesmo período em que eles teriam aula para estudar, focando naquelas disciplinas que ele poderia ter um desempenho melhor depois de uma revisão", diz o diretor da Oficina do Estudante. 
 
Leituras e programas culturais
O período é bom também para colocar em dia as leituras obrigatórias dos vestibulares, acredita Andrea. "É uma coisa que dá para fazer e relaxar ao mesmo tempo. Outra dica é assistir a filmes que têm a ver com as disciplinas e também documentários". 
 
"É possível conciliar momentos de diversão com conhecimento. Exposições, filmes e peças de teatro que remetem a momentos históricos ajudam o aluno assimilar o conteúdo de uma forma descontraída e eficaz", diz Lima.
 
Fonte: UOL Vestibular 


Postado em 11/07/2013


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé