Como fazer o seu filho dormir bem a noite inteira
Entrevista com uma das maiores especialistas em sono infantil do Brasil:
a neuropediatra Márcia Pradella-Hallinan, do Instituto do Sono de São Paulo
 
A dica mais importante da Dra. Márcia é que, desde bem cedo, os pais criem uma rotina bem clara para o bebê. A partir dos 3 meses, que é quando eles criam a capacidade de diferenciar dia e noite, já podem começar. “É preciso fazer uma espécie de ritual que dura em torno de 20 minutos. Dar um banho, vestir o pijama, dar um ursinho ou paninho, cantar uma musiquinha e colocar a criança no berço, por exemplo”. E ter paciência para continuar firme no treinamento. “Muitos bebês choram, pedem colo, mas é importante não pegá-los, não ninar ou balançar, porque a criança deve se acostumar a dormir sozinha, no próprio berço”. Se um bebê se acostuma a dormir mamando, por exemplo, pode requisitar o seio da mãe ou a mamadeira a cada acordadinha que dê no meio da noite. “E é normal que todos, até os adultos, acordem várias vezes no meio da noite, entre um ciclo de sono e outro. Só que nós sabemos voltar a dormir sozinhos. O bebê ainda precisa aprender, e caso se acostume a dormir só mamando, vai querer leite durante a noite para pegar no sono de volta”, explica.
 
Ou seja, pessoal: sejam pacientes e tentem acostumar seus filhos a dormir com uma rotininha, sem pegar no colo ou dar o peito. Se forem dar mamadeira antes de dormir, a Dra. Márcia também recomenda fazer isso fora do berço, na sala por exemplo, pra que o pequeno não associe a mamadeira à cama. E importante: se não der certo da primeira vez, continue tentando. Pode demorar até 2 semanas (ou mais) para que o seu filho se acostume com os novos hábitos. Mas acredite: eles se acostumam.
 
Agora veja a seguir algumas perguntas que leitoras fizeram pelo Facebook do Mãe Geek e que foram respondidas pela Dra. Márcia durante a nossa conversa. 
 
* Amanda Luiza Ildelfonso Nogueira e Lary Esteffener Santos perguntam sobre o que fazer com bebês que tem refluxo e por isso dormem mal à noite.
Dra. Márcia Pradella-Hallinan: A maior prevalência do refluxo é até o terceiro mês de vida do bebê, depois costuma passar. Caso ele prevaleça, se for tratado e o tratamento não funcionar, pode sim afetar o sono das crianças – assim como nos adultos, que vão sofrer com dor e sensação de queimação no estômago. O ideal então é procurar o pediatra do bebê.
 
* Patrícia Cordeiro tem um filho de 10 meses que não dorme a noite inteira, acorda 3, 4 vezes por noite e só adormece se mamar. O bebê da Vivian Paes Bianchi já tem 2 anos e 2 meses e também acorda pedindo leite. O da Amanda Nogueira tem 1 ano e 2 meses e quer mamar no peito a noite toda.
Dra. Márcia Pradella-Hallinan: Dormir mamando é um mal hábito que as mães precisam combater. Se as crianças se acostumam a dormir assim, vão pedir leite a cada vez que acordarem no meio da noite ao invés de voltar a dormir sozinhas. É preciso mudar esse costume e ensiná-las a dormir por conta própria, sem mamar, logo no início da noite. Caso a criança chore à noite e você vá atender, verifique se está tudo bem e apenas coloque o ursinho ou paninho de volta na mão dela, diga que a mamãe está ali perto e não a pegue no colo. É importante ter paciência: muitas crianças demoram até 15 dias para assimilar um novo hábito. Muitas mãe cansadas, morrendo de sono, acabam não resistindo e dão o peito ou a mamadeira só para que o filho volte logo a dormir e ela ganhe algumas horas de sono. Mas é preciso persistir e saber que os bons hábitos adquiridos vão durar a vida inteira.
 


Postado em 06/08/2013


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé