Fique zen no vestibular
Exercícios de relaxamento podem baixar os níveis de tensão
dos jovens que concorrem às tão disputadas vagas
 
por Amanda Polato 
 
Nervosismo é quase sinônimo de vestibular. Tudo bem. "Alguma dose de estresse é mesmo importante para a concentração", explica Regina Spadari, da Universidade Federal de São Paulo. Só não dá para perder o controle. Aí o hormônio cortisol vai às alturas e pode causar aquele branco na hora do exame. Para ajudar os vestibulandos a lidar bem com esse momento, a fisioterapeuta Heloisa Ferreira, da Universidade Estadual de Campinas, no interior paulista, criou uma massagem. Ao todo, 32 vestibulandos de 17 a 24 anos receberam duas sessões dela por semana, de 40 minutos cada uma, entre os meses de setembro e novembro. Repetido por dois anos, o estudo deu resultado. "Os estudantes que passaram pela terapia ficaram com o cortisol sob controle e ainda tiveram melhores taxas de aprovação no vestibular (64%) do que o grupo de controle (34%)", diz Heloisa. 
 
A terapia corporal criada na Unicamp começa pela cabeça e se estende por regiões dos ombros e quadris, além de músculos e articulações pelo corpo todo. Deve ser feita por um profissional porque exige mistura de técnicas de amassamento, deslizamento e mobilizações. O que mais pode ajudar? Siga as dicas de Ana Maria Rossi, presidente da divisão brasileira do International Stress Management Association (Isma).
 
1. Exercitar o corpo
Trinta minutos quatro vezes por semana é o ideal. O vestibulando pode escolher o exercício que mais lhe der prazer.
 
2. Mais lazer e amigos
Não é porque as provas se aproximam que o estudante precisa cortar festas e cinemas do calendário. As boas relações sociais ajudam a dar um chega pra lá no estresse.
 
3. Alongar-se
É tiro e queda para soltar os pontos de tensão. Uma boa pedida é o roteiro a seguir: 
 
Maxilar
- Gentilmente pressione os dentes. 
- Respire fundo. 
- Solte o ar lentamente (pelo nariz). 
 
Pescoço
- Abaixe o queixo próximo ao peito. 
- Levante lentamente. 
- Repita os movimentos. 
 
Ombros
- Eleve os ombros até perto das orelhas. 
- Solte lentamente. 
- Repita os movimentos.
 
4. Alimentar-se bem
Quem passa horas e horas nos livros deve comer de quatro em quatro horas, pelo menos, para evitar a hipoglicemia. Evite doces ou bebidas à base de cafeína - eles estimulam a hiperatividade e dificultam o sono. Os lanches entre as refeições podem ser frutas ou cereais.
 
5. Respirar profundamente
- Expire tudo o que puder. 
- Inspire lentamente só pelo nariz (para purificar o ar que entra) por cerca de cinco segundos. 
- Segure por alguns segundos e solte.
 


Postado em 20/09/2013


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé