50 dicas para ajudar você no Enem 2013
A Universia Brasil reuniu boas dicas para ajudar você a se preparar para o exame.
As provas acontecem nos dias 26 e 27 de outubro
 
1. Leia os editoriais de jornal para aumentar sua pontuação na redação 
Os editoriais de jornal caracterizados por um formato de texto dissertativo-argumentativo, pela impessoalidade e também por apresentar diversas opiniões distintas. É exatamente esse modelo de texto que a banca avaliadora do Enem exige do aluno.
 
2. Quando for estudar, estude as mesmas matérias que teve na escola  
O segredo para conseguir uma nota boa no Enem é saber organizar a sua rotina de estudos. A dica é estudar as mesmas matérias que você teve na escola naquele mesmo dia.
 
3. Intercale matérias de diferentes áreas 
A rotina de estudos deve ser montada de uma maneira que não fique muito cansativa, por isso é importante intercalar matérias de áreas diferentes.
 
4. Conte com o incentivo dos seus amigos 
Estudar se torna uma coisa mais fácil quando você tem o apoio dos seus pais, amigos e professores. O incentivo de pessoas que se importam com você pode ser a sua motivação e inspiração.
 
5. Tire todas as dúvidas com seus professores 
Os seus professores devem ser os seus melhores amigos na hora de estudar para o Enem, já que eles são os responsáveis por tirar todas as suas dúvidas.
 
6. Aprenda a relacionar matérias diferentes 
O Enem trabalha muito com a intertextualidade, por isso você deve desenvolver a habilidade de relacionar diferentes áreas do conhecimento.
 
7. Assista filmes que transmitam conteúdos históricos 
Assistir a obras cinematográficas que abordem períodos históricos pode ser muito útil para a resolução das questões da prova.
 
8. Aumente a sua bagagem cultural 
Sua bagagem cultural ajuda você a desenvolver a análise crítica para o Enem. Essa bagagem inclui a leitura, os filmes e até mesmo a música.
 
9. Aprenda a mobilizar o conhecimento 
As questões do Enem sempre têm um contexto que faz o aluno mobilizar o conhecimento para resolver, e esse conhecimento não deve ser simplesmente reproduzido, e sim mobilizado.
 
10. Converse com seus pais e avós 
Conversar com os seus parentes pode ajudar você a entender determinados períodos históricos por meio do ponto de vista de quem presenciou o que estava acontecendo.
 
11. Não ignore os enunciados 
Os textos nos enunciados das questões servem para contextualizar a situação-problema a ser resolvida pelo aluno. O Enem avalia uma determinada habilidade inserida em contextos próximos à realidade do aluno mostrando como o conteúdo é aplicado em sua rotina. Essa é a grande importância dos textos, mesmo que longos, para o entendimento da questão a ser respondida.
 
12. Faça exercícios respiratórios 
Exercícios respiratórios tiram a pressão cardiorrespiratória e oxigenam o cérebro, melhorando o acesso ao conhecimento que está lá. É uma ótima dica para se manter relaxado para o Enem 2013.
 
13. Estude com antecedência 
Para aumentar a sua capacidade de memorização, a primeira estratégia é reservar três dias diferentes na semana para estudar antes de um grande teste.
 
14. Utilize diferentes sentidos para estudar 
Uma parte importante dos métodos de estudo é utilizar diferentes sentidos na hora de estudar. Seus sentidos desempenham um papel significativo no processo de memorização. A dica é encontrar pelo menos três maneiras diferentes de conhecer o material que você está estudando.
 
15. Escolha um local adequado para estudar 
Na hora de estudar você precisa de um lugar agradável, e que seja possível ficar em silêncio. Encontre um ambiente com uma cadeira confortável, e de preferência sem nenhum tipo de tecnologia como: telefone, televisão ou computador.
 
16. Estude com um colega 
Escolha alguém que seja capaz de se concentrar na mesma tarefa que você. Ter um colega de estudos é uma boa ideia, porque você poderá comparar os seus resultados e ter perspectivas diferentes.
 
17. Motive-se 
Se você estudar bastante e se preparar para o exame, vai fazer uma boa prova. E não pense que a revisão não é importante.
 
18. Procure um avaliador 
Se você acha que já estudou o suficiente, procure alguém que possa avaliar os seus conhecimentos. Se você falhar nos testes, fica evidente que precisa estudar mais. Se você acertar as questões, o seu cronograma de estudos está muito bom. Continue com os seus estudos diários.
 
19. Tenha uma dieta balanceada 
Ninguém é capaz de pensar com o estômago vazio. Por isso, antes de começar a estudar tome um café da manhã rico em frutas, cereais e iogurte.
 
20. Não estude o tempo todo 
Você também precisa de um tempo de descanso. Estudar 24 horas não vai aumentar o seu nível de conhecimento, pelo contrário, só vai gerar estresse e desgaste mental. Faça uma pausa depois do estudo para conseguir atualizar a sua mente com as ideias que você aprendeu.
 
21. Use cores para organizar os seus estudos 
Usar cores para organizar seu material de estudo pode facilitar muito a rotina diária. Você pode distribuir as cores por ordem de importância, por assunto ou por urgência, de acordo com sua necessidade de critérios para organização.
 
22. Cartões ou ficheiros 
Você também pode fazer anotações em cartões separados para os conceitos que apresentam maior dificuldade ou mais relevantes.
 
23. Prova de espanhol: atenção com os falsos amigos 
Atenção com as pegadinhas que podem surgir na prova. Embora o espanhol seja uma língua próxima do português, muitas palavras têm significados diferentes. E importante ficar atento a isso.
 
24. Não copie 
Não copie trechos dos textos motivadores. Lembre-se de que eles foram apresentados apenas para despertar seus conhecimentos sobre o tema.
 
25. Não fuja do tema 
Mantenha-se dentro dos limites do tema proposto, tomando cuidado para não se afastar do foco. Esse é um dos principais problemas identificados nas redações. Nesse caso, duas situações podem ocorrer: fuga total ou parcial ao tema.
 
26. Identifique o tema 
Não adianta você analisar rapidamente os textos que são fornecidos e sair escrevendo as primeiras ideias que surgirem. Quanto mais rápido o tema for identificado mais tempo para desenvolver os argumentos você terá.
 
27. Leia o texto de apoio 
Faça uma leitura direcionada do texto base fornecido verificando o encaminhamento da banca, ou seja, identifique a partir dos textos propostos o que ela espera do seu texto.
 
28. Planeje as sessões de estudo 
Para que você tenha um bom rendimento em menos tempo, é necessário planejar detalhadamente cada uma das suas sessões de estudo. Leve em conta que longos períodos de estudo não irão ajudá-lo a absorver melhor o conteúdo e crie esquemas de estudos que durem no máximo 45 minutos seguidos. Descanse por 10 minutos e depois volte a estudar novamente.
 
29. Melhore as suas anotações 
Para gastar menos tempo nos estudos sem que a qualidade do processo seja prejudicada, você vai precisar de anotações claras, concisas e objetivas. Se você tomou notas durante a aula, passe-as a limpo antes de começar a estudar.
 
30. Compreenda e não memorize 
A premissa de aprender não é simplesmente memorizar; você precisa entender os conteúdos. Se você compreende o que está estudando as ideias se mantém no seu cérebro por muito mais tempo.
 
31. Desenvolva sua concentração 
Sem concentrar-se será impossível estudar de maneira rápida, portanto, é necessário evitar todo e qualquer tipo de distração. Comece por objetos que chamam a sua atenção mais do que o estudo, como computadores, televisão, livros, celulares, etc. Além disso, procure evitar as distrações mentais.
 
32. Foque-se nas prioridades 
Para se manter motivado é essencial que você evite acumulação de tarefas. Isso pode ser feito logo no começo do período letivo, com o plano de aulas oferecido pelos professores.
 
33. Matemática: refaça os exercícios 
Os livros de matemática com exercícios oferecem vários exemplos de problemas e outras questões para que o aluno pratique os conteúdos ensinados. Refaça esses exercícios várias vezes na semana, uma vez ao dia, especialmente os mais difíceis, para entender ao máximo os conteúdos.
 
34. Matemática: crie sua própria fórmula 
É mais importante desenvolver o raciocínio lógico para a prova de matemática do Enem do que ter todas as fórmulas decoradas.
 
35. Geometria: utilize a fórmula da área do quadrado e do triângulo 
É possível resolver a maioria dos problemas que envolvem a geometria utilizando a fórmula da área do quadrado e do triângulo. Sim, apenas essas duas. Isso acontece porque os outros polígonos podem ser “transformados” em quadrados e triângulos. Um trapézio, por exemplo, pode ser dividido entre um quadrado e dois triângulos.
 
36. Conheça os temas que podem cair na redação 
Conhecer os temas é importante para começar a articular os seus argumentos para a prova de redação do Enem.
 
37. Entenda o que é o texto dissertativo-argumentativo 
Esse é o tipo de texto cobrado pelo Enem na prova de redação. Entender como ele é estruturado é essencial para fazer uma boa prova.
 
38. Leia os enunciados das questões 
A grande importância do enunciado é a definição da situação-problema a ser resolvida. O Enem é uma prova que prioriza a mobilização do conhecimento, e não apenas a sua reprodução, portanto fica difícil saber de que forma a informação deve ser mobilizada sem o perfeito entendimento do contexto no qual o problema está inserido.
 
39. Entenda o que é um conteúdo relevante para o exame 
Um conteúdo relevante é aquele que consegue ser aplicado em um contexto próximo do cotidiano do aluno. Conteúdos muito específicos e que são necessários apenas para os profissionais das áreas referentes são excluídos da prova, preferindo os assuntos que podem, de fato, ser relacionados ao dia-a-dia do estudante.
 
40. Faça simulados 
Qualquer simulado que você faz nas mesmas características de uma prova que você vai fazer depois aumenta as suas chances de ir melhor, porque você aprende com a prova. Outra grande vantagem dos simulados é que eles ajudam o aluno a preparar-se emocionalmente e fisicamente para a prova . Por isso, eles devem ser feitos nas mesmas condições do Enem, ajudando os estudantes a desenvolverem a capacidade de se concentrar em uma prova longa por tempo o suficiente para obter um bom resultado.
 
41. Aprenda a corrigir um simulado 
Quando você fizer um simulado, dedique um tempo a mais para as questões que você errou. O que fez com que você marcasse aquela alternativa errada e quais foram as informações que você poderia ter considerado melhor? Entender por que você se confundiu ajuda a desenvolver o raciocínio lógico para a prova.
 
42. Não chute 
O Enem utiliza o método TRI para avaliar os candidatos. Essa metodologia lança mão do fator sorte e consegue provar estatisticamente que um aluno chutou ou não a questão.
 
43. Se desligue da prova 
É importante se “desligar” da prova, tanto no dia anterior quanto por alguns minutos durante a realização do exame. Assim, você vai descansar o seu cérebro e se preparar para mais uma maratona.
 
44. Charges e imagens: faça perguntas 
A análise de uma charge deve ser a resposta de algumas perguntas básicas que ajudam você a fazer a leitura crítica dos recursos visuais, como: 
• O que se entende da charge? 
• O que será que ela trata como assunto principal? 
• Há diferentes possibilidades de Interpretação do desenho e do texto que geralmente o acompanha?
 
45. Charges e imagens: não ignore detalhes 
As charges são um conjunto de informações que têm como objetivo criticar ou satirizar uma situação ou acontecimento, por isso você não deve negligenciar coisas que pareçam pequenas na imagem. Esses detalhes podem ser a sua pista para responder a questão.
 
46. Charges e imagens: contextualize 
O aluno precisa aproximar ou distanciar os conteúdos, as ideias, os interesses e os significados dos textos e das imagens seguindo a exigência da questão. Deve também procurar contextualizá-los social, político, cultural e esteticamente. O Enem aponta para uma necessidade de valorizar as várias linguagens artísticas para melhor preservar a própria cultura
 
47. Charges e imagens: utilize o enunciado da questão 
O aluno deve saber que o seu melhor guia para uma bela resposta será sempre o enunciado da própria questão da prova.” Por isso, atente-se ao enunciado. Procure entender exatamente o que a questão pede para começar a fazer a análise crítica das imagens.
 
48. Redação: relacione a conclusão aos objetivos iniciais 
Na sua introdução, você tinha um objetivo. Esse objetivo deve ser alcançado no último parágrafo, ou seja, a sua conclusão deve finalizar o que foi dito logo no começo do seu texto.
 
49. Organize as informações
Uma boa dica é organizar as informações conforme elas aparecem nos enunciados. Dessa forma, você vai entender melhor o problema e o que é esperado de você.
 
50. Todas as fórmulas devem estar no papel para ler e treinar 
Matérias que exigem raciocínio lógico pedem anotações das fórmulas. O cálculo de áreas geométricas, por exemplo, foi um assunto bastante requisitado nas últimas provas. E você, lembra como calcular?
 


Postado em 22/10/2013


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé