Como se preparar para a Fuvest nos dias que antecedem a prova?
Ainda vale a pena estudar ou é hora de descansar? Saiba mais sobre a prova e boa sorte! 
 
Ana Prado e Carolina Vellei 
 
Neste domingo (24), às 13h, ocorre a primeira fase da Fuvest, prova que seleciona candidatos para a Universidade de São Paulo (USP) e a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Mais de 172 mil estudantes se inscreveram para o vestibular, maior número desde a sua criação, há 37 anos.
 
Serão 90 questões de múltipla escolha sobre as disciplinas do núcleo comum obrigatório do Ensino Médio: Português, História, Geografia, Matemática, Física, Química, Biologia, Inglês, além de algumas questões interdisciplinares.
 
Qual a melhor forma de se preparar nestes poucos dias que antecedem a prova? É melhor descansar ou estudar? Deve-se focar em conteúdo novo ou revisar o que já se sabe? O GUIA DO ESTUDANTE conversou com coordenadores de três cursinhos para descobrir as melhores estratégias.
 
Não abandone os livros!
Segundo os professores ouvidos pelo GUIA, deixar os estudos de lado não é uma boa ideia - principalmente por motivos psicológicos. "O candidato precisa estar focado e, se abandonar os livros nestes dias que antecedem a prova, pode achar que vai esquecer tudo o que estudou e isso vai abalar sua confiança", acredita a coordenadora do cursinho do XI, Augusta Aparecida Barbosa.
 
Estude as matérias certas
Os professores salientam, no entanto, que é preciso ter bom senso na hora de escolher o que estudar. Agora é hora de focar (de preferência resolvendo exercícios) no que pode ajudá-lo a marcar pontos a mais na prova: os conteúdos em que você ainda tem alguma dificuldade, mas que tem chances de aprender. "Assim, se cair algum exercício envolvendo o tema, ele não vai parecer grego e o aluno se sentirá mais calmo para tentar resolvê-lo", completa a professora Augusta. Não é recomendado estudar coisas totalmente novas ou temas em que você tem dificuldade extrema - o tempo para aprender é curto e isso pode deixá-lo mais nervoso. "Além disso, pegar conteúdos difíceis demais para o candidato só o irá fazer perder tempo e não ajudará a melhorar seu desempenho na prova", diz o coordenador do Cursinho Oficina do Estudante, Célio Tasinafo. Revisar conteúdos que você já domina também não é aconselhável pelos mesmos motivos.
 
Faça simulados
"Mais importante do que tentar aprender algo em tão pouco tempo é se preocupar com estratégia. Não adianta saber muito e não conseguir mostrar", diz o professor Célio. "Assim, esta semana é um bom período para resolver provas antigas, mesmo que você já as tenha feito e refeito - não é tanto pelas questões, mas para sentir o que é resolver cada pergunta no tempo certo e ver qual a melhor estratégia para você", completa.
 
Esse treino também o ajudará a se familiarizar mais com o estilo da Fuvest - que, apesar de ter o mesmo número de questões, é diferente do vestibular da Unesp, por exemplo. "O perfil da Fuvest é de questões mais exigentes", diz Alberto Francisco do Nascimento, coordenador de vestibular do Anglo.
 
Faça atividades que o ajudem a relaxar
Os dias pré-Fuvest não devem ser só de estudos. Fazer exercícios físicos e outras atividades para relaxar é fundamental. Um dia antes da prova, o melhor é dormir cedo para poder acordar cedo, beber bastante água, fazer refeições adequadas (nada de tentar culinárias exóticas!) e tentar ficar tranquilo. "O candidato só deve estudar até sexta-feira. Sábado é dia de descansar e ir visitar o local de prova", completa Alberto.
 


Postado em 20/11/2013


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé