Thalita Rebouças: "A lição de casa ensina a pensar por conta própria"
Confira a entrevista feita com a escritora pelo site Educar para Crescer: 
 
“Primeiro o dever, depois o lazer. Essa sempre foi minha lógica no que dizia respeito à lição de casa. Chegava do colégio e, antes mesmo de pensar em brincar, dava conta das tarefas para não precisar esquentar a cabeça depois. Mesmo às sextas-feiras, eu só saía de casa depois de terminar os exercícios da escola – muito melhor passar o fim de semana inteirinho livre!
 
Sou de uma geração que recorria às enciclopédias para fazer pesquisas e trabalhos em grupo (aliás, os colegas gostavam ser da minha equipe, porque eu fazia quase tudo). Adorava passar hooooras lendo mais sobre aqueles assuntos de que tinha ouvido falar na classe. É o grande barato da lição de casa: fazer a gente pensar por conta própria, sem um professor do lado. É uma forma de fixar na cabeça aquele papo todo da sala de aula, mas acrescentando uma pitada do pensamento do próprio aluno. Vira uma experiência, sabe?
 
Lembro de apenas uma vez em que tirei nota vermelha e, graças a Deus, não foi por deixar de cumprir com o dever extraclasse. Foi uma prova sobre um livro e a turma inteira se deu mal – eu tirei 4 ou 5. Chorei por uma semana inteirinha. Era um acinte para mim, que fechava a cara se tirasse 8. Um pouco radical, é verdade, mas hoje vejo o quanto conquistei como pessoa e profissional devido à dedicação ao colégio.
 
Meu conselho aos pais que sofrem para os filhos fazerem a tarefa é aquele que nunca sai de moda: o diálogo. Mostrem a eles o que têm a ganhar como pessoa ao cumprir aquela obrigação. Aprender é saboroso demais e é isso que precisa ser transmitido. Para os adolescentes, lembro sempre de uma crônica do meu livro 'Fala Sério, Professor'. É um texto sobre o valor que não damos àquela pessoa em frente ao quadro negro. Prestem atenção no quanto aquele cara tem a oferecer – e, vai por mim, não é pouca coisa! Se ele solicita um trabalho, é por saber que será importante em algum momento da sua trajetória. Em vez de questionar, permita-se ouvir um pouco, experimentar. A gente está aqui para aprender. Cada vez mais, a cada dia mais.”
 
Thalita Rebouças é uma das principais autoras de literatura juvenil no Brasil. Publicou treze livros que já venderam mais de 1,2 milhão de exemplares, lançou títulos em Portugal e tem previsão de lançamentos na Espanha e na Itália. Três de suas obras serão adaptadas para o cinema e duas para o teatro.
 


Postado em 19/02/2014


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé