Literatura: 6 livros de John Green, autor de A Culpa é das Estrelas
Conheça melhor A Culpa é das Estrelas e outras obras do autor americano que é a nova sensação da literatura jovem
 
por Stephanie Kim Abe 
 
Linguagem fácil, leve e rápida, muitas pitadas de humor, referências inteligentes, personagens espertos, nada perfeitos e típicos adolescentes em crise. É basicamente com essa fórmula que o autor americano John Green se tornou um best-seller e o principal nome da chamada literatura jovem adulto.
 
O maior exemplo disso é o A Culpa é das Estrelas, obra lançada em 2012 que conquistou o topo das principais listas de ficção do mundo - e que tem repetido o sucesso nas telonas, ao ficar em primeiro lugar nas bilheterias dos Estados Unidos em seu fim de semana de estreia, arrecadando 48,2 milhões de dólares.
 
A diferença em relação aos últimos sucessos infanto-juvenis é clara. Enquanto autores como Stephanie Meyer e Veronica Roth focam em distopias, vampiros ou mundos imaginários, as histórias de John Green tratam dos problemas e dúvidas de todo adolescente: um novo amor, amizade, crises existenciais, doenças, liberdade, mudanças, homossexualidade, preconceito.
 
Além disso, muitos de seus personagens não são perfeitos: alguns são egoístas e impulsivos, outros sarcásticos, beirando o humor negro. E, a grande maioria, apresenta um lado inteligente, sagaz e nerd, que acaba representando o próprio autor - ele mesmo um nerd assumido que tem uma leva de fãs autodenominada nerdfighters.
 
É por causa de suas mensagens, presentes em todas as obras, que ele também agrada aos adultos. Em depoimento para uma jornalista da revista norte-americana The New Yorker, a editora Lizzie Skurnick diz que "Green escreve livros que são apropriados para os adolescentes e para os adultos que querem livros para ser apropriados para os adolescentes". É fácil perceber isso em A Culpa é das Estrelas, ao notar a preocupação que Hazel Grace demonstra pelos seus pais, pela forma como eles se ocupam quase 24 horas por ela e com o que será deles quando a sua doença for terminal.
 
Conheça melhor seis obras do escritor americano e veja por que incentivar a leitura delas ao seu filho:
 
1. A Culpa é das Estrelas
Editora: Intrínseca
Hazel Grace e Augustus Waters, ambos adolescentes com câncer, se conhecem em uma reunião do Grupo de Apoio. A grande sacada do autor aqui é a forma como os dois lidam com a doença e todas as adversidades da vida: tentando não perder o humor, reconhecendo as conquistas que são meros frutos do "privilégio do câncer", descobrindo a sexualidade e o amor, preocupando-se com os pais após a sua partida. E é por essa narrativa sincera e triste, em primeira pessoa, que é quase impossível não amar esses protagonistas.
 
2. Cidades de Papel
Editora: Intrínseca
Nessa trama, Quentin Jacobsen é um nerd que vive apaixonado pela vizinha linda e popular Margo Roth Spiegelman. Um dia após ela invadir o quarto dele e chamá-lo para participar de um plano de vingança, a garota desaparece. Ele sai a sua procura, guiado por pistas deixadas pela própria Margo, e passa a perceber que nem sempre a imagem que temos de uma pessoa corresponde às suas características reais. Lançado em 2008, o livro ganhou o prêmio Edgar Allan Poe de melhor romance de mistério em 2009 e será a próxima obra do autor adaptada para as telonas.
 
3. O Teorema Katherine
Editora: Intrínseca
Colin Singleton é um mestre em levar foras. Melhor, é PhD em pé na bunda. Sua façanha vai além dos 18 foras no currículo, já que todas suas paixonites foram por garotas com o mesmo nome: Katherine. Após o 19º fora, ele resolve cair na estrada, em companhia de seu melhor amigo e percebe que, com tanta bagagem, deveria elaborar um Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines. Afinal, quão sensacional seria saber, por uma fórmula, quando será o fim de qualquer relacionamento? Sem contar que com tal descoberta ele solucionaria sua crise existencial de ser um prodígio e viraria um gênio. A obra ainda é recheada de notas de rodapé explicando as várias referências para as fórmulas e teorias matemáticas que o autor usa e abusa ao longo da história.
 
4. Quem é você, Alasca?
Editora: Martins Fontes
Em seu primeiro romance, o autor aborda o dilema de todo adolescente em se encontrar e solucionar suas crises existenciais na figura de adolescentes imperfeitos, inconstantes, egocêntricos e impulsivos. Assim é Miles Halter, um jovem obcecado pelas últimas palavras de pessoas famosas que parte para um colégio interno em busca de um "Grande Talvez", dito pelo poeta François Rabelais. Lá, ele encontra Alasca Young, uma garota inteligente e egoísta, com quem dividirá as suas aventuras e angústias.
 
5. Will & Will
Editora: Galera Record 
Um dia, em uma esquina de Chicago, Will Grayson encontra Will Grayson. Sim, os dois adolescentes tem o mesmo nome, mas não, não são a mesma pessoa. A narrativa é repartida entre os dois personagens, sendo que cada capítulo é narrado em primeira pessoa por um deles. A obra nasce de uma parceria de John Green e o premiado autor americano David Levithan, e cada um representa um Will. Ainda que totalmente diferentes, os dois lidam com a questão do descobrimento da sexualidade, do medo de se relacionar, do preconceito e da autoaceitação, além da homossexualidade - tema pouco explorado nos livros infanto-juvenis.
 
6. Deixe a Neve Cair
Editora: Rocco
A obra é composta por três contos, escritos por três autores diferentes: O Expresso Jubileu, de Maureen Johnson; O Milagre da Torcida de Natal, de John Green; e O Santo Padroeiro dos Porcos, de autoria de Lauren Myracle. A ligação entre os seus personagens é que todos vivem e estudam no mesmo lugar. A narrativa de John Green gira em torno dos meninos Tobin e JP e da garota Duke, que enfrentam uma nevasca para tentar chegar na Waffle House para ver líderes de torcida. Apesar de não ser uma obra somente do autor, é recheada de seu humor e diálogos divertidos característicos.
 


Postado em 24/06/2014


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé