Crie hábitos de estudo em 6 passos
Aprender uma língua nova não é coisa fácil. Veja algumas dicas que podem te ajudar a atingir esse objetivo
 
“Você quer mudar sua vida para melhor e aprender uma língua estrangeira?”. É com essa e outras perguntas que Sam, poliglota e escritor do blog lingholic, se apresenta ao leitor e explica sua paixão por outros idiomas. Falante de chinês e coreano, além de línguas mais tradicionais como o espanhol, Sam conhece bem as dificuldades que um estudante pode encontrar e, por isso, ele declara que a chave para o sucesso nessa nova empreitada é criar bons hábitos. Mas quais seriam esses bons hábitos? Confira a seguir: 
 
1 - Crie metas específicas e possíveis para guiar seus estudos
Ter um objetivo concreto sempre ajuda a motivar o estudante a desenvolver bons hábitos em relação ao novo idioma. Mas, lembre-se: não vale usar “ser fluente”. A meta deve mais específica para que seja mais fácil de ser cumprida e, eventualmente, integrada a sua rotina. Ler um trecho de um livro em inglês todos os dias (mais de 1.500 livros grátis aqui), anotando as palavras que você não conhece para procurá-las depois, por exemplo, seria mais apropriado.
 
2 - Escolha um local para estudar
Seja na sua casa ou num café perto do seu trabalho, é importante associar um local da sua rotina à língua que você estuda. O importante é que você consiga focar nos estudos enquanto você estiver ali. Por isso, escolha um lugar onde não haja muitas distrações. E se sua família topar, por que não falar só nesse idioma enquanto estiverem nesse cômodo?
 
3 - Alguns minutinhos por dia
Para criar um hábito de estudo é também importante que você delimite quanto tempo você quer se dedicar a esse novo idioma por dia. Mais uma vez, não vá com muita sede ao pote: começar estudando mais de 30 minutos diariamente pode te cansar e até fazê-lo abandonar seus objetivos. Conforme você for aprendendo, você desenvolverá essa rotina de estudos naturalmente e essa meia hora, antes tão penosa, passará voando.
 
4 - Toda hora é hora de estudar
Convenhamos, não é todo dia que você está com humor para esses 30 minutos de estudo. Por isso, aproveite seu tempo livre para se dedicar de alguma maneira a língua. A caminho do trabalho, no metrô, não fique sem fazer nada: leia um livro ou escute podcasts nesse idioma. Pode parecer que não, mas essas pequenas coisas vão te ajudando a se acostumar com a língua e evitam que, naquele período que você simplesmente não tem paciência para encarar os exercícios de gramática, você se esqueça de certas regras e vocabulários.
 
5 - 30 dias de pura dedicação
Definido seu local de estudo, quanto tempo você pretende se dedicar a isto diariamente e sua meta, é hora de colocar as mãos na massa: estude dessa maneira durante um mês. Veja se você se adapta ou não a este estilo de encarar o idioma e mude se necessário.Vá experimentando novos métodos até que você se sinta completamente confortável: gramática, aulas em dupla, cursos online, literatura, música, programas de televisão... A lista é enorme. Provando algumas delas, você não se entendia por usar sempre os mesmos métodos e ainda consegue perceber qual o melhor modo de otimizar sua rotina.
 
6 - Não vai ter procrastinação não
Quem não gosta de simplesmente ficar sem fazer nada? Embora seja saudável e incrivelmente tentador, para que você tenha um hábito de estudo é necessário que você não fuja da responsabilidade: estude sim. Para não se sentir passando vontade, treine seu cérebro. Segundo o psicólogo e neurocientista da universidade norte-americana Yale, Hedy Kober, é possível melhorar seu autocontrole com exercícios, assim como fazemos com o corpo. Por isso, quando sua vontade de procrastinar for mais forte que a de estudar, lembre-se das consequências que deixar de se dedicar pode ter, como as oportunidades que você pode perder fazendo isso. Lembre-se: um pouquinho de esforço agora pode compensar no final.
 


Postado em 08/01/2015


Notre Dame
+ Notícias

atendimento
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(13) 3579 1212
Unidade I - Av. Pres. Wilson, 278/288 - Itararé
Unidade II - Rua Pero Corrêa, 526 - Itararé
Unidade III - Cel. Pinto Novaes, 34 - Itararé