notícias home/ notícias

03 Fev
2022

Compartilhar

O que é e como funciona o SiSU?

O Sistema de Seleção Unificada (SiSU) foi elaborado, em 2010, pelo Ministério da Educação (MEC). Por meio dele, as instituições públicas de ensino superior disponibilizam as suas vagas para os candidatos que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) se inscreverem. O maior objetivo de sua implementação foi descentralizar e democratizar o ingresso de estudantes de todo Brasil em faculdades públicas brasileiras independentemente da relação existente entre a localização da instituição e a região em que residem os vestibulandos.

Dessa forma, muitas universidades públicas encerraram seus vestibulares próprios para que os acesso a todas as vagas fosse feito apenas pelo Enem, mas isso foi decidido individualmente por cada instituição, isto é, não há obrigatoriedade de adesão ao SiSu, por esse motivo, ainda existem aquelas que mantêm como acesso principal aos seus cursos os exames elaborados internamente, como a Universidade de São Paulo (USP).

Há duas seleções de candidatos que fizeram a sua inscrição no SiSU, geralmente a primeira ocorre em fevereiro e a segunda em junho, ficando disponível aos vestibulandos apenas por 5 dias. Para se inscrever, você deve acessar o site do SiSU com o número de inscrição e senha do ano anterior feita para se inscrever no Enem, podendo escolher até dois cursos ou vagas diferentes para concorrer. Como facilidade, o sistema calculará a nota de corte para se classificar dentro das vagas, caso a sua esteja abaixo da nota de corte SiSu para a graduação escolhida, será possível substituir as vagas pelas quais deseja concorrer. Depois da inscrição, é só aguardar que, na semana seguinte, os resultados serão divulgados. Com a aprovação, o estudante deverá procurar a universidade para qual se candidatou a fim de se matricular. 

Quem pode se inscrever para o SiSU?

A inscrição no SiSU é bem democrática, praticamente qualquer pessoa pode concorrer a uma vaga por meio do sistema e não há qualquer critério relacionado à renda dos participantes para isso. Entretanto, é importante estar atento, pois é necessário se adequar a alguns pré-requisitos para garantir que a sua participação seja garantida.

•  O 1º requisito fundamental é ter participado do Enem no ano anterior à seleção do SiSU, isso porque é por meio da nota do exame que o estudante será classificado e aprovado pelas instituições. 

•  O 2º ponto é não ter zerado a redação. 

•  O 3º quesito é ter conquistado pelo menos 450 pontos com as questões objetivas; aqui é importante saber que obter nota igual ou superior à pontuação mínima não garante que a vaga será sua, o que determina o seu ingresso é a concorrência. Isso significa que quanto mais concorrido o curso estiver na relação candidato/vaga, maior será a nota de corte SiSU. 

•  Além desses três requisitos primordiais, há um 4º quesito: o candidato deve ter concluído o ensino médio, uma vez que como treineiro (aqueles que ainda não terminaram ou não estão no último ano) é permitido fazer o Enem, mas não se tem acesso a plataforma do SiSU.

Em 2022, as inscrições ocorrerão do dia 15 ao dia 18 de fevereiro, com a primeira chamada de aprovados divulgada em 22 de fevereiro. Caso não consiga ficar dentro da classificação na sua 1ª ou 2ª opção, você pode se candidatar para lista de espera do dia 22 a 28 de fevereiro. É válido ressaltar que se for chamado para a sua 2ª opção e não se matricular, não poderá fazer parte da lista de espera. Um ponto para prestar atenção é nas datas de matrícula, os selecionados pela chamada regular do SiSU devem se matricular no período de 3 a 7 de fevereiro, já os que foram selecionados pela lista de espera devem fazer matrícula em 16 de fevereiro.

Você leu nota de corte no 3º pré-requisito e já ficou preocupado? Calma, em seguida, será possível entender tudo que precisa para aguardar o resultado da classificação do SiSU com um pouco mais de tranquilidade. Acompanhe!

Como funciona a nota de corte do SiSU?

Uma das coisas que mais preocupa os estudantes que se prepararam muito para qualquer vestibular é a nota de corte para classificação. É assim por possuírem a consciência de que se querem entrar em um curso muito concorrido, a pontuação mínima tende a subir. Isto é, conforme a procura por uma carreira aumenta e mais candidatos se inscrevem pelo SiSU para concorrer às vagas, mais alta ficará a nota para ficar entre os aprovados para aquele curso, assim mais acirrada fica a disputa.

Com a nota de corte SiSU não é diferente, há uma nota mínima que o candidato precisa ter para garantir a aprovação em determinado curso. Em contrapartida, o mesmo curso pode ter uma nota de corte diferente, porque isso dependerá da instituição e do turno disponível. E, como a média de cada graduação se altera conforme o número de inscrições, é importante checar diariamente o seu curso para compreender as suas reais chances de ser aprovado a partir da nota de corte SiSU, ou seja, da nota do último candidato que está com pontuação dentro do número de vagas. 

Fonte: Curso Anglo

Leia a notícia completa no link abaixo:

https://cursoanglo.com.br/o-que-e-e-como-funciona-o-sisu/?utm_campaign=newsletter_-_anglo_-_11&utm_medium=email&utm_source=RD+Station